Você sabe jogar Sonic CD?

Sou um grande fã de Sonic, porém não gostava de Sonic CD e nem sabia jogar ele direito.
Decidi aprender mais sobre o jogo e hoje compartilho tudo o que aprendi nesta jornada.


Não vou negar, ainda que Sonic CD tenha as mecânicas dos jogos clássicos que tanto amo, até então ele era um dos jogos que menos joguei na franquia toda.

Talvez se tivesse conseguido jogá-lo na época do SEGA CD as coisas seriam diferentes, mas só tive acesso ao jogo quando saiu a versão PC, que inclusive já trazia melhorias.

O jogo tinha um ritmo diferente, os cenários não tinham a mesma fluidez dos originais e por não ter simpatizado com ele logo de primeira, acabei por deixá-lo meio de lado.

Tudo me parecia burocrático demais para um jogo do Sonic.

Entretanto, recentemente fiz uma maratona onde joguei do começo ao fim todos os jogos do Sonic que estavam disponíveis na Steam.

Deixei Sonic CD por último e quando cheguei nele, decidi parar e tentar entender de uma vez por todas o que aconteceu com aquele jogo.

Adquiri também a versão de celular, para aproveitar minhas horas vagas e tempo em salas de espera.

Antes de iniciar minha jornada, cheguei a fazer uma busca rápida para ver se alguém tinha um “tutorial” que ensinasse mais sobre o jogo como um todo.

Tudo o que encontrei foram os famosos “detonados” que apenas ensinavam a fazer o final bom.

Ninguém explicava exatamente o que precisaríamos fazer e muito menos quais eram os motivos. Era apenas um: “faça o que eu faço que vai dar tudo certo”.

Por isso, depois de finalmente entender a ideia por trás de Sonic CD, resolvi disponibilizar da forma mais detalhada que me foi possível uma publicação ensinando tudo o que aprendi sobre o jogo, da mesma forma que eu gostaria de ter encontrado desde o começo.

Sonic também me ajudou a fazer amigos desde a infância, ele sempre merece uma segunda chance.

Espero que você também se divirta e descubra quão incompreendido é Sonic CD.


Sonic CD é Mesmo Diferente?

Nos jogos clássicos do Sonic nosso objetivo principal era simplesmente chegar do ponto A ao ponto B em cada fase, algo que levaria ao “final ruim” do jogo.

Para o final verdadeiro havia o desafio adicional, onde precisaríamos coletar todas as esmeraldas do caos através de fases bônus.
Coletando as esmeraldas, faríamos o final bom e tudo se alinharia.

Sim, em Sonic CD ainda é possível completar o jogo apenas correndo do início ao fim de cada fase, algo que também resultará no temido “final ruim”.

Mas a principal diferença é que temos aqui dois caminhos diferentes que levam ao mesmo “final bom”.

O primeiro caminho é a mecânica de viagem no tempo, que além de não ser tão óbvia, é a responsável pelas maiores mudanças no conceito do jogo.

O segundo é através das esmeraldas, agora chamadas de Pedras do Tempo.
Coletando todas as 7, teremos o mesmo final bom.

Explicarei melhor estes métodos e os motivos de cada desafio.

Primeiro Método: Viagem no Tempo

A mecânica mais diferente do jogo não é óbvia, mas também nem tão complexa quanto possa parecer.

Explicarei da maneira mais detalhada que me for possível, correndo até mesmo o risco de me tornar repetitivo.

Sobre a linha do tempo:
Naturalmente temos o passado, o presente e o futuro, como na vida real.

Sobre as fases do jogo:

  • Cada zona é composta por três fases, sendo que a terceira delas é o chefão.
  • Nas duas primeiras fases de cada zona, encontraremos placas com as palavras Past (Passado) e Future (Futuro).
  • Ou seja, nós começamos cada fase no tempo presente da mesma.
As placas de passado e futuro em Sonic CD
As placas do Passado e do Futuro

A mecânica de viagem no tempo consiste em:

  • Passar pela placa correspondente ao tempo que você deseja viajar. Por exemplo, se você deseja viajar para o passado, ative a placa com a palavra “Past”.
  • Atingir a velocidade máxima de corrida do Sonic e mantê-la por um tempo, até que a tela de transição apareça.
Tela de viagem no tempo em Sonic CD
A tela de transição, representando a viagem no tempo.

O primeiro desafio é justamente este!

Você perceberá que nem sempre será fácil manter a velocidade em fases repletas de obstáculos.

Temos então de encontrar um lugar estratégico pela fase, que possibilite uma viagem bem sucedida.

Ao ativar uma placa, você verá que ao lado do contador de vidas do Sonic, aparecerá um indicador do tempo para o qual estamos tentando viajar.

Caso você falhe em manter a velocidade, este indicador sumirá.

Será necessário então procurar outra placa para tentar novamente.

Cada placa só pode ser ativada uma vez, então uma vez que todas as placas tenham sido utilizadas sem sucesso, já era.

Rastro de Velocidade em Sonic CD
Temos de manter a velocidade. Este rastro de luz que Sonic deixa ao correr, indica que estamos prestes a viajar no tempo.

O primeiro passo é entender esta mecânica.

A seguir entenderemos para que ela serve.

Viajar para o PASSADO

  • Nossa principal missão é viajar para o passado, porque é lá onde encontraremos as máquinas que estão causando todos os problemas no presente e no futuro.
  • Em cada uma das duas primeiras fases em que fizermos esta viagem, haverá uma “máquina do mal”, implantada por Robotnik.
  • É preciso destruir cada uma dessas máquinas, em cada uma das duas primeiras fases de cada zona.
O teletransportador de robôs em Sonic CD
Este é um teletransportador de robôs, ou como prefiro chamar: uma “máquina do mal”.

Nossa missão principal para construir o final bom é exatamente esta!

Após encontrar e destruir a máquina do mal, você poderá concluir a fase tranquilamente.

Cumprindo esta missão, é possível notar que na contagem de pontos ao final da fase, aparecerá na legenda que “Sonic construiu um bom futuro”, confirmando o sucesso.

Fase concluída com sucesso em Sonic CD
A legenda final muda quando conseguimos fazer o futuro bom naquela fase.

Como dito anteriormente, será necessário fazer isso para as duas primeiras fases de todas as zonas do jogo.

Percebe que sob esta ótica Sonic CD se torna um jogo de exploração de fases?

Isso explica o level design mais truncado, que nos desafia primeiramente a encontrar um local onde possamos manter a velocidade para viajar no tempo, e “segundamente” a procurar pela máquina do mal nos diversos pontos daquela mesma fase.

Tudo isso dentro do limite de tempo, que às vezes poderá ficar apertado.

A exploração de fases era algo totalmente opcional nos jogos clássicos, mas aqui ganhou um novo sentido.

Em suas viagens pelo passado, talvez você encontre um projetor que fica exibindo um holograma do Metal Sonic maltratando animais indefesos.

Assim como a “máquina do mal” que destruímos, haverá um projetor como estes no passado de cada uma das duas primeiras fases de todas as zonas.

Somente na Metallic Madness eles não existem.

Mas fique tranquilo, destruir estes projetores não é necessário para construir o bom futuro em cada fase, e consequentemente o final bom.

Este é apenas um desafio adicional, que somente será necessário se você quiser desbloquear a conquista onde temos que destruir todas as máquinas e todos os projetores de cada fase.

O que chamei de Máquina do Mal é:
Na verdade um teletransportador instalado no passado, que fica enviando os robôs malignos para o presente, destruindo assim o futuro daquele local.

Aqui ainda cabe uma dica: você observará que no presente, é possível encontrar estas máquinas mesmo sem ativar nenhuma placa e fazer nenhuma viagem.

Mas somente no passado é possível destruí-las, no presente elas estão ali como referência.

Ou seja, o local onde ela se encontra é o mesmo no presente e no passado, algo que pode facilitar nosso trabalho.

Projetor do Metal Sonic:
Diferente da “máquina do mal”, os projetores só podem ser vistos no passado, então não existe a possibilidade de encontrar uma pista sobre eles no presente.

Holograma de Metal Sonic em Sonic CD
Este é um holograma de Metal Sonic fazendo maldade e assustando os animaizinhos indefesos.

Procurando mais sobre a história do jogo, é possível confirmar que ele serve para assustar os animais da fase.

E aqui está um dos meus detalhes favoritos de Sonic CD: enquanto o projetor estiver ativo na fase, os animais vão ficar longe do Sonic, confundindo ele com o Metal Sonic.

Após destruir o projetor, você perceberá que ao andar pela fase os animais terão perdido o medo e se aproximarão de Sonic normalmente.

Viajar para o FUTURO

Se nossa missão principal está no passado, para que serve a viagem para o futuro, afinal?

Na prática é somente um detalhe visual, algo para incrementar e ilustrar melhor toda essa questão da viagem no tempo.

Faça o teste:
Se ao começar uma fase você viajar direto para o futuro, verá que no futuro aquele local estará mais escuro, destruído.

Se você viajar ao passado, destruir a “máquina do mal” e depois viajar de volta para o futuro, verá que o cenário está bonito, colorido e cheio de vida.

Observe abaixo um exemplo, com uma mesma fase nas versões “futuro bom” e “futuro mau”:

Uma fase livre de robôs em Sonic CD
Uma fase dominada por robôs em Sonic CD

Outro detalhe legal é que a terceira fase, onde enfrentamos o chefão de cada zona, se passa no futuro mesmo sem que precisemos viajar.

Então caso você tenha destruído a “máquina do mal” nas duas fases anteriores, poderá observar o cenário bonito e cheio de vida.

Por outro lado, caso não tenha cumprido esta missão, perceberá o cenário todo destruído e sem vida.

Segundo Método: Fase Bônus

O segundo método é mais familiar e segue o padrão dos primeiros jogos, mas não pense que será fácil!

Temos de coletar todas as sete pedras do tempo.

Para coletar essas pedras, teremos de acessar uma fase bônus.

O acesso a esta fase bônus é feito como no primeiro Sonic: temos de chegar ao fim da fase com 50 ou mais anéis.

Caso tenhamos esta quantia, surgirá um anel gigante ao lado da placa do final da fase e teremos que pular dentro dele.

A fase de bônus de Sonic CD é bem diferente de qualquer outra antes vista.

O objetivo é perseguir e destruir todos os discos voadores (pulando neles), numa espécie de pista de corrida.

Fase de bônus em Sonic CD
A fase bônus é bonita e complicada.

Observe que:

  • Há um contador de tempo.
  • Você deverá evitar pisar na água a qualquer custo.
  • Ao pisar na água o contador começa a reduzir numa velocidade insana, diminuindo muito as chances de sucesso.

Existem outros obstáculos como um que derruba Sonic no chão causando perda de tempo, ou mesmo molas e ventiladores, que jogam Sonic para o alto.

Mas é a água que deve ser evitada a todo custo.

Como era de se esperar, conforme vamos coletando as pedras, as fases vão se tornando mais difíceis.

Os discos voadores ficam mais chatos e alguns deles driblam melhor que o Ronaldinho.

O lado bom é que se você conseguir pegar todas as sete pedras do tempo, não haverá a necessidade de viajar para o passado em busca das máquinas.

Uma Pérola Desconhecida?

É interessante como após ter entendido como o jogo funciona, tudo passou a fazer sentido neste jogo, até mesmo o level design.

Passei a apreciar Sonic CD como num passe de mágica, fiquei feliz por ter finalmente conseguido desfrutar do melhor que o jogo tem a oferecer.

Agora que entendo como ele funciona, sinto que Sonic CD é realmente um jogo injustiçado e o nível dos detalhes que incluíram num jogo desta época era realmente impressionante.

Sonic CD também faz parte da coletânea Sonic Origins.

Infelizmente a SEGA tomou a polêmica decisão de retirar os jogos clássicos das lojas, justamente com a intenção de abrir o caminho para Sonic Origins.

Mas nos celulares ainda é possível encontrar os jogos Sonic 1, Sonic 2 e Sonic CD.

Espero também ter te convencido a pelo menos dar uma segunda chance a Sonic CD.

Caso tenha sido útil, não esqueça de compartilhar esta publicação e de seguir nosso perfil nas redes sociais!

Até a próxima!

4 comentários em “Você sabe jogar Sonic CD?”

  1. Eu baixei ele também, no smartphone.
    Abandonei pois achei as telas muito poluídas visualmente.
    As fases pra conseguir esmeraldas, sequer entendi o que tinha que fazer.
    Aí voltei pro Sonic 1 e 2.
    Gostaria mesmo é do Sonic 3, mas esse sumiu.

    1. Minha primeira impressão sobre Sonic CD foi a mesma, Everton.
      Mas depois que entendi como o jogo funciona, consegui curtir muito, principalmente porque ele tem a jogabilidade clássica do Sonic.

      Quem sabe um dia você considere dar uma nova chance ao jogo.
      Obrigado pelo comentário!

  2. Grande matéria. Joguei esse jogo a vários anos. Sempre quebrei a cabeça nessa parte de passado e futuro. Ele é bem diferente dos outros. A primeira vez que eu vi a abertura dele eu achei foda. Meu colega tinha um Sega CD

    1. Muito obrigado pelo comentário, Carlos!

      Fico contente saber em que a matéria foi útil.

      É um jogo bem diferente mesmo, e na época parecia ainda mais confuso.

      Mas é imperdível para quem curte o Sonic clássico, então vale a pena aprender como funciona.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *